quinta-feira, 9 de outubro de 2008

3º Dia - Cizur Menor - Ponta de La Reina

Cizur Menor - Ponta de La Reina - 27 Km
Realizado - 67 Km
Para Santiago - 723

Espanha 09/10/2008

O dia de hoje foi mais difícil que os 2 dias anteriores. Fizemos a subida do Monte do Perdão. Descobri porque se chama monte do Perdao: porque depois que chega no alto descobrimos que pagamos metade dos pecados da vida e depois que desce para pagar a outra metade. É uma etapa difícil devido ao terreno, que é cheio de pedras que rolam, como se fosse um rio seco. Isso dificulta a caminhada. Saimos às 8h30 e cheguei na cidade de Ponta de La Reina às 18h.

Meus amigos me deixaram para trás, porque estava caminhando muito devagar, por causa das bolhas que nasceram na planta do pé e de uma dor que sinto no calcanhar, internamente. Segundo meu amigo brasileiro, que faz parte da Equipe de Médicos sem Fronteira, pode ser início de uma tendinite. Permaneceu comigo apenas Isidro, o espanhol, que me acompanhou durante todo o percurso e me deu o seu par de bastoes, aquele usado para esquiar na neve. Aqui há muito desses. Esse recurso me ajudou muito, já que o cajado não estva sendo suficiente para segurar a força da descida e da subida.
Faz muito frio por aqui. Quando chegamos no topo do Monte do Perdao ventava muito, eu cheguei a ser carregada pelo vento, eheheheh, apesar de ser magra isso nunca havia acontecido, eheheheh.

Quando chegamos no final do Monte do Perdão, depois de mais de 4 horas de caminhada paramos em um povoado. Isidro comprou para mim com um pim, que tem uma lesminha com um cajado.... O que vocês acham que ele quis dizer, eheheheh

Depois resolvemos pegar um desvio de mais 3 Km para visitar uma Igreja muito antiga que chama-se Eunate, dos Templários. Foi muito especial. Pernmanecemos por ali por mais de 15 minutos, orando e recebendo a energia que nos revigorou para mais uns 3 Km de caminhada, não sei bem....

Durante todo o dia caminhei parte só e parte com Isidro. Falamos de muitas coisas: da família, trabalho, amigos, filhos, mas principalmente compartilhamos nossa fé.

Durante a subida do Monte do Perdão vivi um momento muito especial. Comecei a perceber as pedras que rolavam enquanto passava, a dificuldade que era para transpô-las e comecei a pensar em minha vida, na vida de todos nós, que é cheia de pedras que podem dificultar nossa vida. Porém podemos fazer das pedras nossas aliadas ou não.
Assim como as pedras da vida, podemos usá-las para nos levar a um lugar melhor, onde queremos chegar, aprender e sairmos mais fortes. Podemos escolher parar, desistirmos e ficarmos pensando que é muito difícil. Senti no percurso uma alegria interior muito intensa, porque percebi que nao importava as bolhas, dores no calcanhar, no corpo, no ombro, em fim, mesmo com as dores e dificuldades podemos ser infinitamente felizes. Me senti muito feliz, mesmo com todas as dificuldades, porque nada, nada pode nos separar do amor de Deus que está presente a todo instante.

Infelizmente não estou tendo tempo para ir em uma Lan house para mandar as fotos, mas amanhã estarei em Estella, uma cidade um pouco maior do que os pueblos que passei.

Tem sido também bem engraçado falar com os holandeses que só falam Inglês e eu espanhol ou português. Nos comunicamos de qualquer maneira, e nos divertimos muito juntos. Acho que será melhor quando o Igor chegar, pq daí poderá ser nosso tradutor, eheheheh

Estou com muitas saudades. Amo todos vocês....
Ultreya (descobri o verdadeiro sentido dessa palavra, ou melhor, agora vivencio na carne, eehehehe)

8 comentários:

Maria Lúcia disse...

Cris, não consegui segurar as lágrimas com o seu caminho, q tb tá sendo meu. Força amiga, vc me encoraja p/outras dificuldades q, agora vejo, são bem menores.

Igor Schultz disse...

Oi, Mamãe

Lembra de mim, o seu gatinho lindo? Aquele laranjinha, bem bonitinho que só diz "miau" quando tá com fome? Estou com muita saudade de você e quero mandar um beijo, e estou gostando muito de ver suas histórias.

Beijos, Gregório

E não se esqueça: eu sou bonito.

maria cristina disse...

Estou feliz... vc está indo muito bem... seu caminho está sendo lindo... lembre-se cada passo seu é única, então pise com toda a intensidade de seu ser e poderá sentir a vibração de tantos passos, inclusive o meu, que já percorreram essas trilhas, as vidas se fundem numa jornada mágica, a mão de Deus a te guiar, a te abrir o livro de sua vida... leia com atenção... ultreya para siempre peregrina!!!! (agora sabe realmente o significado dessas palavras...) buen camino... ahh.. beba una copa de vino del Navarra por mi... gracias guapa... sorte!!!

Cris

Marcos Paulo disse...

Olá Cris, aqui é o MP, estou te acompanhando pelo blog, que grande desafio vc está encarando! Parabéns por sua determinação, força de vontade e fé. Viva intensamente cada segundo desta sua aventura rumo ao encontro com seu EU e com DEUS. Não temos muito contato mas te admiro, vc é uma guerreira! Cada dia que amanhece, trata-se de um novo presente de DEUS para sua vida que deve ser aproveitado intensamente, como se fosse o último, é uma dádiva.
Grande abraço. Vou continuar ligado nos seus relatos. Neste domingo estarei na Meia do Rio e entre os 21km vou pensar em vc e no seu jesto destemido para me inspirar também a ir mais longe e mais rápido. Que DEUS possa te abençoar em todos os seus caminhos.
MP.

Morango disse...

SO LEIA SE TIVER TEMPO...

Querida Cris.
Estou muito emocionado com a determinação que possui. Sabemos que és uma mulher de fibra e com o amor de Deus no coração fica fácil ser uma vencedora e claro, como é bom ter amigos. Amigos que acreditam em você, na sua esperança, no seu amor pelo Cristo. Assim como João Paulo II se tornou um Peregrino do Amor (palavras ditas por Dalvimar Gallo - Anjos de Resgate) você se deixa ser carregada pelo Cristo, não desiste diante das dificuldades, das dores, mas com felicidade e esperança, exemplo de perseverança e com isso tens o direito de ser chamada de Peregrina do Amor não só mais do caminho de Santiago a Compostela. Viva este momento pois quando chegar queremos muito receber a chuva de bençãos que esta recebendo. Como peregrina já és especial e se me permite como evangelizadora és uma PEREGRINA DO AMOR, de Deus e claro dos seus amigos, amigos pela fé.
Vou ficando por aqui porque você tem mais o que fazer do que ficar lendo meus recados. Só quero que saiba que estou rezando... e fazendo os exercícios... teu exemplo me faz ser melhor e me encoraja a querer melhorar. Desculpa se dei uma viajada... Culpa dos exercícios que estão me fazendo pensar e querer mais.
Um abraço em Cristo e SHALOM.

LUCIANA disse...

Ola cris!sou esposa do sergio d marilia ,dou muita gargalhadas c suas historias ai, adoro ler seu blog,parabens cada etapa uma vitoria . oq vc escreve (historias)faz gente sentir diferentes sensacoes faz c q viajamos c vc.Deus o abencoe.bjos LU

Luiz e Luciane Augusto disse...

Cris, fico muito feliz que você esteja realizando seu sonho e apesar das dores sei que vai em frente.Entraremos em Cursilho amanhã, porém continuarei rezando por você. Passos firmes de quem sabe aonde quer chegar. Beijos Lú.

JANA disse...

Amiga querida, hoje é sexta e temos entrada do Cursilho, esse vai ser (como todos) especial pra mim porque vou me sentir caminhando com você, afinal somos todas peregrinas né? Não vou ler seu blog até domingo (ficar sem falar com vc já é difícil... agora sem saber notícias... vai ser duro)
Vamos estar sempre ligadas, tenho certeza e você será assunto, o que é muito importante!!!
Beijos amiga, até domingo... continue caminhando COM PASSOS FIRMES DE QUEM SABE ONDE QUER CHEGAR..